Leitura Metodológica

Uma leitura metodológica ou crítica é uma apreensão do método utilizado por cada autor para a elaboração de um trabalho.

Para isso devemos levar em conta:

1. Informações sobre o autor do texto e sua linha teórica. Situar o autor dentro do referencial teórico da antropologia, da sociologia ou da ciência política e, se for o caso, se um texto é jornalístico, com entrevistas ou um diário de campo, de uma viagem etc.

2. Explicitação da estrutura dos capítulos do livro ou do texto. No caso de um texto, há uma introdução, as argumentações do desenvolvimento e uma conclusão final. É essa estrutura que deve ser explicitada e mostrada.

3. Explicitação também dos objetivos da pesquisa. Qual a pergunta que o autor queria responder (o problema) com a investigação? Ele chega a alguma conclusão, a uma resposta?

4. O autor se utiliza de que conceitos e noções? Separar, nos textos, quais são as principais noções e conceitos utilizados pelos autores. Conceitos são mecanismos mentais que permitem conhecer tanto a natureza externa e também a realidade social. Eles são utilizados como ferramentas mentais que tornam possível o conhecimento por parte do intelecto, bem como a operacionalização da ciência (Tirei isso daqui Mundo dos Filósofos).

Por exemplo, quando Durkheim definiu o que era fato social, a primeira coisa que disse é que eles deveriam ser rigorosamente descritos, para deixar claro do que se está falando, daí o seu estudo sobre o suicídio, definindo-o, classificando-o etc. São passíveis de serem conceituados também, crime, máfia, exército, bruxaria, a amante, magia etc. Todos os textos vão trabalhar com um fenômeno social através de uma abordagem singular. É isso que deve ser percebido e demonstrado na apresentação.

5. Observação de como o autor afirmou ter realizado a coleta de dados, como ele chegou junto ao seu objeto e informantes de campo e como ele trabalhou para conseguir os dados. Que tipo de dados conseguiu em cada um dos trabalhos? Eram de natureza quantitativa ou qualitativa? Conseguiu através de que instrumento: história de vida, observação participante, entrevistas informais, entrevistas estruturadas, documentação em algum órgão público ou entidade etc.

Todas essas considerações devem ser levadas em conta em uma leitura metodológica, para nosso amadurecimento como pesquisadores e também para aprender com a experiência dos outros.

0 comentários:

Postar um comentário

O Ex-librista se destina a discussões dos textos e fichamentos aqui publicados. Se tiverem outros tipos de comentário, peço a gentileza de postar em http://depositodelembrancas.blogspot.com